Etiqueta:

digitalização

line no background

O Mobile World Congress 2022, que está a acontecer em Barcelona até ao próximo dia 03 de março, assistiu hoje ao discurso proferido pelo Rotating Chairman da Huawei. Numa intervenção difundida online, Guo Ping aproveitou a ocasião para salientar o plano da empresa de dar continuidade à sua estratégia de globalização e aumentar o investimento em tecnologias fundamentais.

Ao centrar o seu discurso em dois dos maiores desafios que o mundo actualmente atravessa, a digitalização e a neutralidade carbónica, Guo Ping fez questão de frisar que, face às previsões que apontam para que, em 2022, mais de 50% do PIB global será na área da digitalização, “a indústria deve explorar novas teorias e arquiteturas para remodelar o paradigma tecnológico e assim alcançar a sustentabilidade digital”. Já no campo da neutralidade carbónica, o Rotating Chairman da Huawei destacou que “a densidade de conectividade e o poder de computação determinam a força da economia digital, mas também devem manter a vitalidade a longo prazo”. Por essa mesma razão, acrescentou Guo Ping, “é absolutamente necessário considerar uma nova dimensão; a redução de carbono“.

As palavras do Rotating Chairman da Huawei foram aliás reforçadas por Li Peng. O presidente para a região da Europa Ocidental da Huawei, destacou que a empresa “está a colaborar activamente comos seus parceiros da indústria para reduzir a pegada de carbono”, ainda dizendo que esta ”é uma das principais prioridades” da empresa. Dando como exemplo a solução de agricultura inteligente da Huawei que já criou valor para os agricultores na Suíça, em que drones que usam big data e 5G são capazes de monitorizar campos agrícolas 20 vezes mais rápido do que antes, ou a colheita de precisão que reduziu o uso de herbicidas em 90%, Li Peng referiu que a multinacional “tem vindo a explorar desde há décadas formas de economizar energia e reduzir as emissões dos nossos próprios equipamentos e soluções”. Isto porque, frisou, “a transformação digital é uma jornada que nunca termina”.

Tendo em conta estas preocupações globais, a Huawei adoptou entretanto a estratégia “More Bits, Less Watts”. Nesse sentido, a empresa tem envidado grandes esforços para melhorar os seus recursos digitais fundamentais, comprometendo-se a multinacional a tornar os seus produtos 2,7 vezes mais eficientes em termos de energia, através de consideráveis avanços em áreas como teoria, materiais e algoritmos.

subscrever newsletter

36 visualizações