Etiqueta:

inteligência artificial

A NOS é o parceiro principal do evento Portugal Smart Cities Summit, e está representada ao mais alto nível, materializando a sua presença no Auditório NOS e num espaço de exposição no Pavilhão 2 da FIL, no qual serão apresentadas as soluções tecnológicas para smart cities entre as quais soluções assentes em 5G. Para além de uma área dedicada aos parceiros da NOS para o desenvolvimento das cidades inteligentes, como a EDP, Bright City ou CEiiA, este espaço conta também com uma Sala de Comando e Controlo real, o centro nevrálgico das cidades inteligentes, que agrega e faz a gestão de toda a informação gerada numa smart city.  

Demonstrando o impacto da transformação digital nas cidades portuguesas, a operadora transporta algumas das suas principais soluções alicerçadas em 5G e noutras tecnologias para o evento. Assim, ao longo dos três dias de Portugal Smart Cities Summit, a operadora terá em exposição permanente soluções em cinco grandes áreas:

  • Ambiente: soluções de Rega Inteligente (5G), de Gestão Resíduos (5G) e de Contadores Inteligentes (5G);
  • Mobilidade: Passadeiras Inteligentes (5G), Estacionamento Inteligente (5G), Monitorização de Mobilidade (5G), Bike Sharing e soluções de Analytics;
  • Energia: Eficiência Energética em Edifícios e Iluminação Inteligente (5G);
  • Cidadania e Segurança: Video Analytics (5G), Suporte Remoto (5G), Gestão de Ocorrências, Gestão Urbanistica e de Deteção de Incêndios;
  • Saúde e Educação: Monitorização de Segurança nos Domicílios (5G) e Monitorização de Segurança e Saúde de Idosos (5G).

Cidades cada vez mais inteligentes com o 5G

A NOS é pioneira na implementação de soluções de transformação digital, de que são exemplos as smart cities de Albufeira, Seixal, Lagoa ou Vila Nova de Famalicão. Estes municípios adotaram soluções globais e integradas, desenvolvidas em parceria com a NOS, com especial enfoque na gestão urbana eficiente: Lagoa, Famalicão, Seixal e Albufeira têm em funcionamento salas de planeamento e controlo e plataformas integradoras; Águeda implementou soluções de rega inteligente; e Seixal dispõe de uma solução de gestão de resíduos inteligente

A maioria destas soluções já estão disponíveis em pilotos 5G, tirando partido da velocidade ultrarrápida, latência reduzida, segurança, fiabilidade e conectividade oferecidas pela nova geração de comunicações móveis.

É o caso da solução de Rega Inteligente, que utiliza um sistema de controladores eletrónicos, sensores e válvulas para garantir que a quantidade de água aplicada às plantas seja apenas a necessária ao seu desenvolvimento. Esta solução, implementada já no município de Águeda permite poupanças de água e energia na ordem dos 30% respetivamente, possibilita a deteção de fugas, entupimentos e anomalias, bem como a aplicação de modelos de rega, adubagem e tratamentos fitossanitários diferenciados por tipo de plantas.

Já a solução de Iluminação Inteligente, concebida para controlo de iluminação pública, permite monitorar e controlar remotamente, segundo regras pré-definidas, o consumo de energia elétrica, e a qualidade da iluminação pública. A implementação da solução traduz-se numa redução de custos operacionais na ordem dos 10%, a que se somam poupanças energéticas até 25% com o novo sistema de controlo, e poupanças na fatura energética até 50% com a instalação de novas lâmpadas LED. Disponibiliza, ainda, alertas de avarias e comportamentos anómalos da rede de iluminação, em tempo real. 

Por sua vez, a solução de Gestão de Resíduos possibilita a monitorização dos contentores e camiões de recolha de lixo, por forma a otimizar os sistemas de recolha e reduzir custos. Sensores instalados nos contentores indicam o nível de enchimento e, no início da recolha, os veículos recebem a rota otimizada para os contentores que necessitam de serviço. A solução, implementada no município do Seixal, permite já poupanças de combustível na ordem de 20%, e uma melhor gestão dos veículos e equipas, com poupanças efetivas de cerca de 40%. 

Não limitada ao âmbito das smart cities, a solução de Controlo de Consumos tem uma aplicação transversal a todas as organizações, mas com particular enfoque nas empresas. Esta solução permite monitorizar e controlar remotamente o abastecimento de energia elétrica, água ou gases de qualquer tipo. Nas empresas onde está implementada, e a ser testada na rede 5G na NOS, a solução possibilita poupanças de 35% em custos operacionais e de 30% em custos de energia, melhorando o processo de gestão e aumentando a eficiência energética das instalações. A solução disponibiliza ainda alertas de avarias e comportamentos anómalos das redes de energia, água ou gás das instalações, em tempo real.

A NOS está apostada em aplicar as potencialidades do 5G às mais variadas áreas, sendo a das Cidades Inteligentes uma prioridade, para a qual a operadora tem desenvolvido soluções robustas com os melhores parceiros. Estas são feitas à medida para cada autarquia, contando com técnicos e consultores de excelência na adoção, implementação e manutenção dos projetos de transformação digital, contribuindo para um País mais sustentável, seguro, eficiente, competitivo e digital.

subscrever newsletter

48 visualizações

Fruto da parceria entre a Huawei, a Universidade de Aveiro e o Instituto de Telecomunicações, o 5GAIner – 5G + IA Networks Reliability Center é inaugurado a 16 de novembro, pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, numa Cerimónia a decorrer na Universidade de Aveiro.

Consubstanciando o compromisso da Huawei com a inovação e com a sustentabilidade em Portugal e no contexto da forte ligação com o universo académico do País, este laboratório potencia a transição digital, um passo determinante para a economia portuguesa – segundo um estudo divulgado este ano pela Deloitte, 17 mil milhões de euros do crescimento económico em Portugal, até 2035, vão dever-se às inovações introduzidas pela rede 5G. Prevêem-se igualmente benefícios desta tecnologia a nível mundial, com um impacto de 1,08 biliões de dólares no PIB, já em 2030, refere a consultora PwC

Este investimento em Portugal refletir-se-á num avanço tecnológico para o país, e, consequentemente, económico e sustentável para o país. Apesar de que com a utilização de mais energia os consumos aumentem, a aplicação de 5G e a Inteligência Artificial (IA) permitem que o uso da mesma seja mais controlado e eficiente, evitando desperdícios e maximizando os recursos. 

Esta infraestrutura dedicada ao desenvolvimento do 5G e da Inteligência Artificial, está a ser implementada no seguimento do protocolo assinado em 2020 entre as três instituições, com o objetivo de apoiar a indústria na criação, em parceria com a academia, de soluções fiáveis para diferentes setores que permitam assegurar uma transição bem-sucedida para a sociedade digital em Portugal. Esta colaboração permitirá à comunidade portuguesa de Investigação e Desenvolvimento (I&D) testar novos conceitos e avaliar a criação de produtos que podem ser explorados para atividades de inovação e desenvolvimento da indústria.

Presente na cerimónia, Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior, frisou que “esta iniciativa da Huawei assume-se como um projeto relevante para gerações futuras”, reconhecendo “o papel da Huawei nesta aposta tecnológica que vai posicionar Portugal a nível global”. 

Reunindo a experiência global da empresa em tecnologia de quinta geração e o know-how das duas instituições do sistema científico-tecnológico da região, “é fundamental trabalharmos em conjunto para desenvolver novos modelos no ecossistema digital”, comenta Tony Li, CEO da Huawei Portugal. “Este investimento da Huawei em Portugal, não só cria um hub de competências na região, como reforça a vontade da empresa em contribuir para a inovação e transição digital do país, explorando todo o potencial de tecnologias como as redes de quinta geração ou a Inteligência Artificial”, assegura o CEO. 

Tendo em conta o âmbito e impacto internacional das atividades de várias indústrias do ecossistema da quinta geração, o investimento da Huawei na região testará conceitos em diferentes mercados verticais, avaliará a sua fiabilidade e possibilitará a pesquisa em estruturas de rede 5G, com vista a facilitar a experimentação de novas soluções baseadas nesta tecnologia.

O 5G + IA Networks Reliability Center tem a sua base no Instituto de Telecomunicações, mas o seu raio de ação abrange outras áreas da região, incluindo o Porto de Aveiro e algumas fábricas instaladas na localidade, como por exemplo, o caso da Bosch Termotecnologia, S.A. (Bosch TT), em cuja fábrica decorrem já diversos testes, nomeadamente nos sistemas de produção flexíveis e no controlo de localização.

O 5GAIner estará à disposição da comunidade académica e científica nacional, bem como do ecossistema de empreendedorismo e inovação, prevendo-se que seja possibilitado o acesso a esta infraestrutura de I&D por parte de stakeholders internacionais.

subscrever newsletter

18 visualizações