Etiqueta:

plataforma

A Meight, startup portuguesa que criou uma plataforma que é capaz de prever, monitorizar e gerir as operações do transporte de mercadorias, nomeadamente a gestão de consumo de combustível e de todas tarefas que são realizadas no terreno, anunciou que fechou com sucesso uma ronda de financiamento Seed no montante de 1,3 milhões de euros.

O financiamento foi liderado sociedade de capital de risco portuguesa Faber e contou ainda com a participação da holding familiar Lusiaves SGPS, da sociedade de capital de risco alemã Superlyst, do European Institute of Innovation and Technology (EIT) e de um sindicato estratégico de business angels, como Ryan Petersen, os fundadores da Unbabel e a sociedade de capital de risco Dispatch Ventures. 

Criada em 2018, a Meight entra no mercado com uma ferramenta única dedicada a auxiliar o trabalho dos motoristas, suportada por uma infraestrutura capaz de gerir proativamente o processo de condução de veículos pesados de carga, com o objetivo de aumentar a sua eficiência e segurança, assim como das várias tarefas acessórias que os motoristas têm de realizar para garantir um bom serviço de transporte de mercadorias. A solução consta de uma plataforma que conecta com os vários serviços existentes, nomeadamente de  telemetria, gestão de recursos, gestão de tráfego, etc… recolhe resultados e, através de machine learning, processa os dados e transmite aconselhamento ativo, e em tempo real, aos motoristas através de um smartphone

O financiamento captado vai permitir à Meight acelerar a sua estratégia de expansão, com enfoque na Alemanha, bem como o seu processo de recrutamento, sobretudo de engenheiros de software, para continuar o desenvolvimento da infraestrutura de dados. 

Com a tecnologia da Meight é possível recolher dados sobre a condução, em todos os percursos a nível mundial, que permitirão criar padrões ideais de condução para aquele veículo, percurso e condutor, comunicando-os ao condutor em tempo real, com a antecedência necessária para que este efetue as manobras sugeridas. Atualmente, a Meight conta já com 20 milhões de quilómetros “percorridos” e pode ser utilizada por 75% das marcas de camiões na Europa. 

Para mais informações: https://www.meight.com/  

subscrever newsletter

38 visualizações

Como fornecedora líder global de infraestruturas de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e dispositivos inteligentes, a Huawei incorpora o green development em tudo o que faz.” Quem o assegura é Bob Cai, Chief Marketing Officer do Carrier Business Group (CBG) da Huawei, que, durante o discurso de abertura do Better World Summit, salientou este posicionamento da multinacional “como parte inequívoca das nossas responsabilidades sociais”. Além disso, acrescentou, a Huawei “está preparada para se tornar o melhor parceiro das operadoras nos seus esforços rumo à neutralidade carbónica“. De acordo com o responsável, tendo em conta o seu alargado portfolio de soluções e produtos inovadores, a empresa “quer ajudar as operadoras a reduzir as emissões de carbono e a tornar as suas redes mais eficientes em termos energéticos”. “A Huawei também pretende trabalhar com as operadoras e utilizar as TIC para permitir que outras indústrias reduzam as emissões de carbono e alcancem a neutralidade carbónica mais rapidamente“, rematou Bob Cai.

Face a estas preocupações no âmbito da sustentabilidade ambiental, na edição do passado mês de Junho do Better World Summit, a Huawei e a empresa parceira Informa Tech propuseram, em conjunto, a iniciativa Network Carbon Intensity (NCI), na qual as emissões de carbono por data bit são definidas como uma nova métrica para as green networks. Nessa sequência, a Huawei destacou que a busca das pessoas por uma vida melhor deve ser equilibrada com a necessidade de reduzir as emissões de carbono, daí que a empresa propôs esta iniciativa para melhor gerir e medir os roteiros de redução de carbono.

No decorrer desse evento, a multinacional enfatizou a necessidade de se estabelecer uma plataforma colaborativa entre a indústria no sentido de se alavancar o green development, plataforma essa que se pretende que reúna regularmente parceiros da indústria e operadoras para partilhar tecnologias inovadoras e práticas mais recentes sobre como reduzir as emissões de carbono e contribuir para uma indústria das TIC mais verde.

E o Chief Marketing Officer do Carrier Business Group da Huawei deixou uma promessa, dizendo que, no Mobile World Congress Barcelona 2022, a Huawei “continuará a organizar um fórum dedicado ao green development”. Isto porque, frisou Cai, “queremos que seja possível reunir, neste fórum, parceiros e players da indústria, para assim partilharmos todo o nosso know how em prol da sustentabilidade ambiental”.

subscrever newsletter

64 visualizações