Etiqueta:

WaterQuality

line no background

A qualidade da água distribuída pela rede pública tem, em Portugal, qualidade comprovada, classificada como “excelente” e como 99% segura pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos. Contudo, as ameaças ambientais crescentes a este recurso, como a poluição ou a escassez, fazem o setor procurar mecanismos que antecipem respostas técnicas para, no futuro, ser possível continuar a garantir aos consumidores a segurança da água que lhes é fornecida.

Foi neste contexto que a INDAQUA reforçou, no último ano, o seu investimento no “WaterQuality”, um projeto criado em 2019 para desenvolver um modelo de base tecnológica destinado a tornar mais eficaz e eficiente a monitorização da qualidade da água. A metodologia inovadora integra um complexo e completo conjunto de dados recolhidos ao longo das redes de abastecimento, permitindo detetar e localizar muito rapidamente zonas afetadas por eventuais focos de contaminação.

A constante análise destes dados permite ainda identificar, de forma mais visível e imediata, potenciais situações anómalas no decorrer do habitual serviço de abastecimento. Desta forma, torna-se possível atuar de forma mais rápida e eficiente quando existem situações de emergência, prevenindo ou contendo eventuais contaminações, o que contribui de forma determinante para assegurar a qualidade da água e salvaguardar a saúde publica.

As entidades gestoras em Portugal têm já um rigoroso controlo de qualidade ao nível das melhores práticas europeias. Contudo, é fundamental tornar esse controlo cada vez mais eficaz e eficiente, o que depende da implementação de tecnologias que tornem as redes públicas de abastecimento mais «inteligentes»”, explica Pedro Perdigão, CEO do Grupo INDAQUA. “O trabalho que estamos a desenvolver com o «WaterQuality» é exemplo do reforço que a INDAQUA está a fazer, por um lado, na integração tecnológica e digitalização das operações e, por outro lado, no desenvolvimento de novas soluções que aumentem a resiliência do setor”, acrescenta.

O “WaterQuality” faz parte de um conjunto de projetos de Investigação & Desenvolvimento (I&D), em que a INDAQUA tem fortalecido a sua ação. Só no último ano, foram criados três novos projetos de I&D e alocada uma verba de mais 1,4 milhões de euros para o desenvolvimento destas áreas. Desde 2016, a INDAQUA totaliza 13 projetos e 4 milhões de euros de investimentos em Investigação & Desenvolvimento, comparticipados em parte pelo Sistema de Incentivos Fiscais à I&D Empresarial (SIFIDE) da responsabilidade da Agência Nacional de Inovação.

subscrever newsletter

67 visualizações