Upcycling de computadores, marketplace social de frutas e vegetais e solução de compostagem vencem final nacional do ClimateLaunchpad

por Ricardo Lopes
30 visualizações

Maior competição cleantech do mundo é promovida, em Portugal, pela UPTEC, LIPOR, Pacto Português para os Plásticos e Smart Waste Portugal.

Uma solução de upcycling de resíduos eletrónicos em fim de vida, um marketplace para produtos hortofrutícolas frescos orientado ao impacto social e um projeto de promoção da compostagem doméstica e comunitária são as três ideias vencedoras da final Nacional do ClimateLaunchpad. Os vencedores vão representar Portugal na final Europeia da maior competição de ideias cleantech do mundo, em setembro.

O projeto Recycle Geeks pretende dar uma nova vida aos resíduos eletrónicos, através da reparação, revenda e doação de parte do valor a uma instituição de solidariedade social. Para além da recuperação de computadores danificados, o projeto vai ensinar a reparar e melhorar computadores, através da partilha de tutoriais sobre reciclagem e reparação.

Já o FHLUD, um dos vencedores do ClimateLaunchpad Portugal, é um marketplace para produtos hortofrutícolas frescos, com entregas ao domicílio e orientado ao impacto social, onde produtores e consumidores podem comprar, vender e doar alimentos de origem local.

Mudatuga é uma startup de educação ambiental para promoção da compostagem doméstica e comunitária. Em 2020, transformaram mais de 2 mil pessoas em ninjas de compostagem. Atualmente, estão a criar a própria caixa de bokashi – adubo orgânico – para democratizar o tratamento de bio resíduos, independentemente do espaço disponível.

Os três vencedores da Final Nacional, além da oportunidade de representar Portugal na Final Europeia, têm também acesso a incubação gratuita na UPTEC durante três meses, a 1000 euros em formação na Ordem dos Engenheiros – Região Norte e, ainda, a 1000 euros da Grosvenor Investments para formação e capacitação nas áreas de impacto, sustentabilidade ou marketing. Além disso, os vencedores vão também visitar a fábrica da Soja de Portugal e conhecer o modelo de economia circular da empresa.

Em avaliação pelo júri do concurso estiveram mais sete ideias que pretendem reduzir o impacto ambiental.  Em Portugal, o ClimateLaunchpad é organizado pela UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da U.Porto, LIPORPacto Português para os Plásticos e Smart Waste Portugal. Esta é já a 6ª edição da competição que já apoiou 64 equipas e recebeu mais de 115 candidaturas. Em 2018, o grande vencedor da final internacional foi o projeto português Eco2Blocks, em competição com mais de 1000 equipas.

 

 

subscrever newsletter

Artigos Relacionados