Etiqueta:

inovação

line no background news

A Fidelidade, a Fosun e o Hospital da Luz Learning Health lançam a 5ª edição do Protechting, um programa internacional para a inovação, que liga as startups de topo nas áreas de Insurtech (seguros) e Healthtech (saúde) com empresas de alcance global nestas indústrias.

Assente na visão partilhada da Fidelidade e da Fosun que define o empreendedorismo como uma fonte de inovação essencial na construção das sociedades do futuro, o programa Protechting, desenvolvido com o apoio da consultora de inovação Beta-i, pretende fomentar uma cultura de acolhimento e desenvolvimento da inovação, facilitando o acesso a recursos importantes para a evolução e concretização de ideias de negócio.

O Protechting 5.0 irá focar-se nas áreas de Insurtech e Healthtech, procurando sempre dar prioridade às soluções ligadas à Sustentabilidade. As startups que integrarem este programa terão contacto com players internacionais de referência nas áreas de Seguros e Saúde, em diferentes geografias, com o objetivo de desenvolver oportunidades de colaboração em projetos piloto.

Na área de Insurtech, procuram-se soluções maduras e sustentáveis que melhorem a experiência do cliente, com um serviço de seguros otimizado, com os participantes a serem desafiados nas áreas de Seguros Gerais, Property and Home Living (habitacional), Cibersegurança, Futuro da Mobilidade, o Poder da Tecnologia e ainda na área “Beyond Insurance” onde se consideram novas formas de negócio ou abordagens à vida pós-Covid-19.

Na área da Healthtech, procuram-se soluções eficazes, e também sustentáveis, que melhorem a saúde e o bem-estar das pessoas, de forma segura, uma vez que a adoção de tecnologia nos cuidados de saúde tem conduzido a melhores diagnósticos e tratamentos, aumentando a eficiência no setor. Nesse âmbito, os desafios serão nas áreas de Bem-estar e Lifestyle, Deteção de Doenças, Novos Tratamentos, Vida depois da Covid-19, Cuidado do Paciente e Gestão de Saúde.

Com inscrições abertas até 17 de abril em www.protechting.pt, o programa irá selecionar uma shortlist de projetos com potencial, rumo a um Innovation Match Day – no qual as startups se conectam com as empresas e são encaminhadas as colaborações para o desenvolvimento de projetos-piloto. Posteriormente, e durante quatro meses, serão acompanhados até ao Demo Day, encontro no qual o ponto de situação dos projetos, e os seus potenciais impactos no negócio e sociedade, são apresentados aos parceiros e à comunidade de inovação.

subscrever newsletter

59 visualizações

A NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA anuncia 1.º lugar da categoria de Doutoramento e o 2.º lugar na categoria de Mestrado na 12.ª edição do concurso de ideias Fraunhofer Portugal Challenge, que visa premiar ideias baseadas em teses de mestrado e doutoramento que melhor responderam ao mote “Innovative Technologies for Sustainability.

Com uma proposta que visa repensar o ciclo de vida dos dispositivos eletrónicos, que tendem a aumentar exponencialmente, Emanuel Carlos, aluno da FCT NOVA, foi o vencedor da categoria de Doutoramento com uma proposta de repensar o ciclo de vida destes aparelhos. Recorrendo a materiais ecológicos e pensando num processo de produção mais sustentável, este projeto explora o caminho para uma nova era de eletrónica verde e de baixo custo baseada em materiais e processos de produção mais sustentáveis para reduzir o lixo eletrónico gerado, levando a uma menor pegada de carbono dos dispositivos eletrónicos.

Na categoria de Mestrado, a aluna da FCT NOVA Maria Morais obteve o segundo lugar com uma ideia na área da doença da diabetes, e que se propõe a ajudar a resolver a questão dos sensores de glicose, que atualmente requerem uma picada na ponta do dedo de forma a extrair algumas gotas de sangue para a medição. Na tentativa de se desenvolverem métodos mais convenientes e práticos para os pacientes medirem o seu nível de glicose, a alternativa promissora poderá ser uma membrana de um óxido metálico, que tem o potencial de ser utilizada como um simples penso que após cada utilização permite estimar a concentração de glicose absorvida na sua estrutura. Com um processo de produção de três etapas, estas membranas poderão abrir caminho não só para uma nova era de sensores de glicose, mas também para uma variedade de outras aplicações inovadoras.

O painel de avaliação deste concurso de ideias foi composto por um júri que integrou membros do Fraunhofer Portugal AICOS: Liliana Ferreira (Diretora) e Hugo Gamboa (Presidente do Concelho Científico), e do Fraunhofer Portugal AWAM, na figura do Diretor Thomas Haertling. Adicionalmente, o painel contou também com um conjunto de especialistas: Helena Silva (Membro de Conselho de administração do CEIIA e chefe executiva da área de tecnologia), Joana Resende (Pró-reitora da Universidade do Porto), João José Pinto Ferreira (Diretor do Mestrado em Inovação e Empreendedorismo tecnológico da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto), Pedro Almeida (Diretor Executivo do PCI – Creative Science Park) e Pedro Saleiro (Diretor de Investigação da Feedzai).

A 12.ª edição do Fraunhofer Portugal Challenge reforça assim o potencial de inovação tecnológica de utilidade prática do nosso país, com projetos de alunos de mestrado e de doutoramento com foco num futuro mais sustentável.

subscrever newsletter

78 visualizações