Etiqueta:

shoevenir

Como surgiu a ideia da Shoevenir e como a tornaram uma realidade?

A ideia surge através de um brainstorming entre nós, após refletirmos sobre a palavra “shoevenir”. Durante mais de ano e meio fomos aprender sobre calçado e como desenvolver o conceito.

Juntamos pessoas que acrescentaram o conhecimento e recursos que faltavam e fomos avançando com protótipos e experiências. O programa Startup-Voucher ajudou-nos muito com instrumentos financeiros que nos permitiram chegar ao nível seguinte. 

 

A Sustentabilidade dos sneakers esteve na génese da ideia, ou foi algo que se tornou inevitável posteriormente? 

Tendo em conta a vasta ofertas de materiais de origem sustentável, definimos desde cedo essa posição. Não é eco-fashion, é senso comum. Porém, ainda temos conhecimento a adquirir no campo da sustentabilidade e estamos ansiosos por aplicá-lo no futuro. 

 

 

Shoevenir Campo

Quais são os materiais utilizados na produção e que impacto eles têm no produto?

As Shoevenirs são compostas por pele e camurça vegan, cortiça reciclada, cordões de algodão, e poliéster reciclado. Adicionalmente, as nossas solas são 100% recicláveis.

Para além de todos este componente terem os materiais certificados, nós fizemos questão de visitar todas as fábricas e acompanhar todos os testes feitos. As condições de trabalho superaram sempre as expectativas, fruto da qualidade incutida ao calçado português. 

 

Irão plantar uma árvore a cada par vendido. No que consiste esta ideia e como a vão operacionalizar?

Sim! Temos uma parceria com a ONETREEPLANTED, uma das associações mais experientes do mundo no campo da reflorestação. Sempre que um par é vendido, um dólar é enviado para plantar uma árvore num lugar onde opera a ONETREEPLANTED. 

 

Shoevenir Mulher

Da primeira coleção da Shoevenir fazem parte seis sneakers: Porto, Lisboa, Madeira, Açores, Algarve e Cloud. Porquê estes nomes? E porquê um tão diferente dos outros?  

O nosso objetivo é que a Cloud, tal como as nuvens, possa assumir qualquer forma. Sabíamos que era essencial termos uma Shoevenir num registo mais “clean” para ser usado em qualquer ocasião, com qualquer outfit. Também queremos usá-la para explorar o campo da customização ao fazer colaborações exclusivas. 

O setor da moda, e especificamente dos sneakers, é bastante concorrencial. O que trazem de novo aos consumidores? 

Trazemos aos consumidores um sneaker com significado emocional. Algo que mistura arte, design e sustentabilidade para contar uma história. Sabíamos que se colocássemos um sneaker no mercado teria de apresentar muita diferenciação e é exatamente para isso que trabalhamos.  

 

Shoevenir Casal

A Shoeviner está incubada na UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto. Qual a importância deste tipo de apoios para iniciarem o vosso negócio?

A UPTEC permitiu-nos contactar com um ecossistema de empreendedorismo que incentiva o debate e a criatividade. Tivemos o acompanhamento de uma mentora, a Fátima São Simão, que sempre acrescentou inputs valiosos durante o desenvolvimento do projeto. Sentimos que é importante estar incubado, até por uma questão de solidificação de ideias. 

 

Onde e quando podemos ter acessos aos Shoevenir? 

As Shoevenirs vão estar disponíveis para pré-encomenda durante a nossa campanha de crowdfunding em setembro. Após a angariação das vendas vamos finalmente poder dar início à produção e entregá-las por volta de Dezembro. 

 

Shoevenir Founders

Gonçalo e Miguel 

Founders, Shoevenir

Gonçalo – Licenciado em Gestão e com Pós-Graduação em Digital Business. As suas experiências passadas no campo da logística, comercial e marketing acabaram por apurar um gosto pelo empreendedorismo, que sempre existiu. Neste momento está dedicado à Shoevenir e à Powerzada, uma outra start-up. 

Miguel – Licenciado em Design de Comunicação com experiência em Audiovisual. Trabalhou como designer gráfico, com fotografia de moda e edição. Atualmente para além da Shoevenir, trabalha como freelancer em Social Media Management e criador de conteúdos multimédia.

 

subscrever newsletter

6 visualizações