Etiqueta:

emissões de dióxido carbono

line no background news

Boston Consulting Group (BCG) e a CDP, uma entidade que estabelece o standard para a monitorização ambiental, lançam a plataforma CO2 AI Product Ecosystem, que permite às empresas otimizar as suas emissões, através da partilha de dados de impacto ambiental relativos aos seus produtos, de uma forma segura, mensurável e orientada para a ação.

Com o objetivo de acelerar o processo de descarbonização das organizações, a plataforma baseada em inteligência artificial (IA) traz transparência ao impacto ambiental de cada empresa e permite a medição precisa das emissões que ocorrem na cadeia de valor. Desta forma, será possível que todos os membros de um ecossistema empresarial troquem dados de uma forma fácil e segura.

A parceria entre a BCG e a CDP deu também origem ao relatório Engaging the chain: driving speed and scale, que revela que, embora estejam a ser feitos progressos no que respeita aos impactos ambientais diretos das empresas, apenas 38%, 47%, e 16% daquelas que elaboram relatórios de sustentabilidade estão a envolver-se com os seus fornecedores nas alterações climáticas, desflorestação e segurança da água, respetivamente.

Para a BCG, a parceria com a CDP representa o próximo passo no desenvolvimento da plataforma, uma solução completa alimentada por IA que empresas de todas as indústrias podem implementar para quantificar as suas emissões atuais e encontrar formas de as reduzir à escala.

O programa Supply Chain do CDP é atualmente a referência para a recolha de dados de sustentabilidade a nível empresarial. Esta parceria irá complementar e expandir o trabalho existente do CDP na divulgação de dados de âmbito 3 (referentes à cadeia de valor de uma empresa que reporte o seu impacto) e expandir os seus dados relativos a produto, com acesso a importantes capacidades tecnológicas e infraestruturais.

Mais informações sobre a plataforma disponíveis aqui.

subscrever newsletter

52 visualizações

Em 2021, a multinacional líder em compra e venda de produtos  em segunda mão, Cash Converters, revela pela primeira vez o impacto da sua atuação no  ambiente. No ano passado, através dos produtos eletrónicos depositados nos pontos de recolha disponíveis nas lojas físicas da marca, os portugueses e espanhóis conseguiram atingir uma  redução de mais de 24 mil de toneladas de emissões de dióxido carbono para a atmosfera. 

De acordo com dados da multinacional, em apenas um ano, mais de 1 milhão de portugueses e  espanhóis escolheram comprar em segunda mão nas lojas físicas e online Cash Converters, o  que representa um aumento de 26% no número de novos clientes cada vez mais preocupados  em ter um consumo mais sustentável e inteligente. Além da compram, os consumidores  venderam e reciclaram no total mais de 1 milhão de toneladas de produtos eletrónicos, bem  como de outras categorias. 

Por sua vez, a Cash Converters reutilizou e vendeu mais de 2 milhões de produtos em Portugal  e Espanha com qualidade e dois anos de garantia, o que permitiu aos consumidores uma  poupança total de mais de 36 milhões de euros, mais 20% em relação ao ano anterior. 

O segundo semestre de 2021 marcou também o ano em que a multinacional se reposicionou  em Portugal, através da iniciativa #MovimentoConverters que apela ao consumo inteligente e  consciente e defende que a segunda mão é a opção mais sustentável.

subscrever newsletter

48 visualizações