Principais dados do Relatório de sustentabilidade do Lidl: “O que conta é o interior”

Lidl destaca-se na área da sustentabilidade pelas medidas tomadas nos últimos 2 anos, cujos resultados obtidos contribuem para os ODS traçados pela Agenda 2030.

por Marta Belchior
16 visualizações

Conhece os principais dados do relatório de sustentabilidade do Lidl.

Através do Relatório de Sustentabilidade de 2019-2020 “O que conta é o interior”, o Lidl procura explicar a história da sua cadeia de valor, estratégia, iniciativas e compromissos de sustentabilidade, demonstrando assim a sua responsabilidade social e ambiental.

O lidl pretende assegurar uma oferta sustentável através da sua cadeia de valor com o objetivo de pensar no futuro do ambiente e das pessoas. O foco das suas medidas de sustentabilidade passa principalmente por garantir a origem dos seus produtos, a forma como são produzidos, às matérias-primas que os compõem, até às operações e processos, finalizando na sua distribuição.

“Foi um ano que veio reforçar a importância da nossa estratégia “A Caminho do Amanhã” e a promessa de continuar a trabalhar para fazer mais. Mais pelas pessoas e pelo planeta, com melhores produtos, com uma cadeia alimentar mais amiga do ambiente e mais promissora para o futuro da Humanidade.”, segundo CEO Alexander Frech.

Principais dados do relatório “o que conta é o interior”:

  • A aquisição de produtos com certificações ambientais e as políticas de compra responsáveis para as matérias-primas críticas, como a utilização de 100% de cacau sustentável e mais de 70% de café sustentável certificado;
  • A disponibilização de mais de 600 produtos de marca própria certificados na oferta permanente, mais 23% do que em 2019, o que possibilitou uma alimentação mais sustentável e de qualidade e com um impacto positivo no ambiente e nas pessoas;
  • Os progressos na implementação da estratégia de plásticos REset Plastic, com o fim da venda de sacos de plástico descartáveis que resultou em 675 toneladas de plástico poupado;
  • O reforço ao apoio às comunidades locais, tendo nos últimos dois anos, aumentado as suas doações no âmbito da responsabilidade social para os 6,37 milhões de euros, o que permitiu beneficiar mais de 464 mil pessoas com doações alimentares.
  • O aumento das doações no âmbito do programa Realimenta para 3,1 milhões em 2020, impactando positivamente 166 IPSS e quase 195 mil portugueses.
  • A garantia de que 100% da eletricidade necessária à operação em Portugal é verde, proveniente de fontes renováveis, sem emissões de C02
  • O aumento da produção de energia fotovoltaica, que cresceu 50% em 2020 face a 2019;
  • O aumento do número de postos de carregamento elétrico nas lojas de modo a oferecer aos clientes uma alternativa de mobilidade sustentável que, em fevereiro de 2022, totalizará uma cobertura de 100 lojas com postos de carregamento, localizados em todas as capitais de distrito;
  • O apoio dos produtores nacionais através do projeto “Da Minha Terra”, iniciativa que desafiou os pequenos produtores a apresentarem as suas empresas, abrindo um canal direto para que mais produtos locais possam estar à venda nas lojas Lidl;

De acordo com os ODS, as empresas devem integrar nas suas estratégias metas sustentáveis com o objetivo de atingir um futuro ecológico. Entre as 17 metas traçadas, o Lidl consegue dar resposta a 16, o que revela a importância estratégica da sustentabilidade para a marca.

subscrever newsletter

Artigos Relacionados